Pesca esportiva: entenda sobre essa modalidade

Para os praticantes da pesca esportiva, os momentos de lazer que a prática proporciona são muito valiosos. A tranquilidade, a calmaria, o desafio, enfim, esses são alguns dos elementos que chamam a atenção de tantos entusiastas.

Caso você esteja pensando em começar a praticar a pesca esportiva, este post poderá ser o empurrão que lhe faltava. Afinal, aqui você encontrará um resumo de como tudo funciona e de tudo que você irá precisar para começar a se divertir com as suas pescarias.

Regras da pesca esportiva

Antes de qualquer coisa, o ponto que merece maior atenção em relação à pesca esportiva é que, nesse caso, a pesca não é feita para o consumo ou para o comércio. Isto é, os pescadores apenas se divertem com o desafio de pegar o peixe. Geralmente, o peixe é pesado, medido e fotografado, mas depois é devolvido ao mar.

Pesca_Esportiva

Foto: Wikimedia Commons

Além dessa característica especial, a pesca esportiva é marcada por possuir algumas regras. Nesse caso, o Ministério do Meio Ambiente estabelece normas que versam sobre os períodos e locais em que a prática está liberada. E claro, os pescadores devem se informar no site do órgão, para saber sobre alterações e para poder emitir a licença de pesca.

Como funciona a pesca esportiva no Brasil

No Brasil, a pesca esportiva funciona com três categorias distintas: a pesca desembarcada, a pesca embarcada e a pesca subaquática. Como os nomes sugerem essas categorias alteram a forma como os peixes devem ser capturados.

Cabe lembrar que é necessário ter uma licença específica para cada um dos tipos de pesca. Entretanto, a aquisição de uma carteira de hierarquia superior permite a realização o tipo de pesca de hierarquia inferior. Isto é, com a carteira de pesca subaquática, pode-se realizar a pesca embarcada e a desembarcada e com a carteira de pesca embarcada também é possível realizar a pesca desembarcada.

Material necessário para pesca esportiva

Conforme acontece em muitas práticas, antes de começar é necessário dar atenção a um período de preparação. Nesse caso, a preparação para a pesca esportiva se resume a encontrar os materiais corretos para que as suas tentativas sejam bem sucedidas.

A lista de materiais para um iniciante não é muito extensa. Basta ter uma vara de pesca, linha de pesca, chumbada, anzol apropriado e iscas artificiais. Sim, a qualidade dos materiais pode fazer a diferença, mas, no geral, tendo todos os itens listados, você já poderá começar a praticar.

Pesca esportiva em pesqueiro

Uma opção interessante para os iniciantes é procurar por um pesqueiro para poder praticar. Nesses locais, muito conhecidos como “pesque-pague”, o pescador terá acesso a zonas repletas de peixes para que ele possa se divertir.

Pesca_Esportiva_na_Amazônia

Foto: Wikimedia Commons

Por uma taxa de entrada, o pescador poderá dar seus primeiros passos na pesca esportiva e ir se acostumando ao hobby. Em muitos desses locais, caso o pescador queira ficar com os peixes fisgados por ele, bastará pagar um valor adicional em função do peso do peixe.

Carteira para pesca esportiva

Para finalizar, conforme foi dito, para poder começar a praticar a pesca esportiva, é necessário ter as devidas licença de pesca. Para conseguir emitir uma dessas carteiras, bastará ir até o site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e realizar um cadastro. Após preencher todos os dados solicitados, restará apenas realizar o pagamento da GRU (o preço varia em função da categoria) e depois emitir o documento.

Resumindo, a pesca esportiva é uma opção de lazer muito interessante que vem angariando adeptos no mundo inteiro. Caso você queira começar a praticar, lembre-se apenas de se atualizar em relação às regras e de emitir a carteira de pesca, para que você não tenha maiores problemas. Com isso, bastará aproveitar os prazeres da pesca e tentar pegar os maiores peixes que puder.

Avalie esse conteúdo

Leave a Reply