Carretilhas de pesca: Dicas e modelos

As carretilhas de pesca que também são conhecidas como molinetes fazem parte dos acessórios indispensáveis do kit do pescador, seja você um amador ou experiente na arte da pescaria.

Para fazermos uma boa pescaria esportiva ou amadora temos que ter em mente quais são os melhores acessórios que se adequam ao nosso bolso e por consequência aos nossos objetivos a serem alcançados.

Antes de comprarmos nossos acessórios de pesca, vale ter conhecimento de importantes dicas para maximizar nossos resultados na pescaria e voltarmos para casa satisfeito com esta maneira de lazer e claro com peixes!

 Dicas para comprar carretilhas de pesca

 O primeiro detalhe que dever ser observado para fazer a aquisição das carretilhas é fazer uma boa pesquisa de preços, pois há variações no mercado.

carretilha de pesca

Foto: Central das Notícias

Outra característica relevante das carretilhas é a sua frenagem, é por meio desse mecanismo que podemos lançar a linha e fisgar o peixe.

Vale mencionar que o peso da carretilha dever ser correspondente com sua vara de pesca. Equipamentos muito pesados podem fazer que você se canse mais rápido e acabe se frustrando.

Preste atenção num importante componente da carretilha que são seus rolamentos que atuam na movimentação da linha pela vara de pesca. Antes de efetuar a compra da carretilha lembre-se de checar a velocidade do recolhimento da linha e da profundidade do carretel.

 Conforto e durabilidade

Esses quesitos são bem particulares, pois dependem da experiência com a prática da pescaria ou com os resultados que se quer chegar.

Por exemplo, se você não possui experiência com pesca que tal praticar um pouco com a carretilha na mão esquerda e depois na mão direita? Caso haja a possibilidade teste também com carretilhas de diferentes pesos. Busque um posicionamento adequado para o manuseio do seu kit de pescaria.

Atualmente, no mercado brasileiro você pode encontrar carretilhas  de pesca modernas mais compactas e com peças inteiriças que oferecem mais durabilidade, conforto ao serem manuseadas e possibilitam melhores performances ao praticante.

Você pode checar alguns modelos modernos disponíveis no Brasil que atendem a estes requisitos nos sites: pescapinheiros.com.br, reidapesca.com.br e na pesquebrasil.com.br.

Tipos de carretilhas indicados para pesca

Na pesca esportiva ou profissional, as carretilhas usadas são as de perfil alto e as de perfil baixo. Vamos comentar um pouco sobre as principais diferenças entre elas adiante.

carretilha-de-pesca-fundo-do-mar

Foto: Pexels

Carretilhas de perfil alto são indicadas para praticantes experientes que possuem a pretensão de fisgar peixes mais robustos. Esta apresenta um sistema de frenagem melhor, o que permite a chamada “briga com o peixe”. É resistente e suporta mais linha. Ponto fraco aqui é que vai deixar seu kit mais pesado.

Por outro lado, as de perfil baixo são direcionados para praticantes inexperientes. São mais práticas e de pouco peso. Pontos fracos: são frágeis, não suportam muita linha, o que acaba por refletir sobre o tamanho do peixe, geralmente peixes pequenos.

Tipos de peixes mais comuns fisgados com carretilhas de pesca

Uma grande diversidade de espécies de peixes pode ser encontrada no Brasil, tanto em ambientes de água doce (rios, açudes e represas) como na água marinha.

Usando a carretilha de alto perfil podemos fisgar em água doce os peixes: Abotoado, Apapá, barbado e dourado. Em ambiente marinho podemos conseguir pescar: Anchovas, atum e barracuda.

Usando a carretilha de perfil baixo temos chances de pescar em rios os peixes Acará-Açu, jacundá, e bico-de-pato. Por sua vez, na água salgada podemos conseguir o agulhão, betara e bicuda.

Fica fácil perceber que ambas as carretilhas de pesca desempenham bem o seu papel como um equipamento de pescaria. Agora que você possui mais informações após a leitura deste texto, pegue a sua carretilha de pesca escolhida e vamos pescar!

Avalie esse conteúdo

Leave a Reply